Pesquisa aponta relação direta entre saúde mental e estresse no trabalho

pesquisa 2 (2)

O que fazer diante disso?

O estresse no trabalho foi mencionado entre os 4 principais problemas que afetam a saúde mental.

Esse dado, retirado do mais recente relatório Workforce Mental Health, nos convida a olhar com mais seriedade para os geradores de estresse e, principalmente, para nossa preparação em lidar com ele.

Nas minhas andanças pelo mundo corporativo, vejo que as organizações e as equipes mais fortalecidas nesse momento são as que investem principalmente nestas duas frentes: trabalhar as fontes de estresse e a própria capacidade individual de ficar estável diante de situações desafiadoras.

Uma vez identificadas as fontes, vale um investimento de energia para reduzir a tensão gerada, principalmente se for algo regular na sua rotina, como, por exemplo, as relações com colegas de trabalho ou processos inconsistentes.

Para a segunda frente – do nosso próprio desenvolvimento emocional – a minha sugestão é que você implemente algumas das práticas que tenho trazido por aqui. Tenho publicado com frequência sobre práticas contemplativas no ambiente de trabalho, inteligência emocional e a capacidade de se manter com lucidez, mesmo diante de adversidades.

O mais importante é não ficarmos inertes diante daquilo que nos faz mal. Atitudes internas e externas podem ser tomadas.

Meu incentivo é que você “arregace as mangas” e faça sua parte!

 

Compartilhar:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Categorias
MAIS POSTS
Abrir Chat